Não era o esperado no Rio Grande do Sul. Às vésperas da tão esperada volta às aulas presenciais….a situação da Covid19 no Estado se agravou!

De volta ao mundo online, centenas de professores e estudantes enfrentam novos desafios.

De verdade, não é mais um susto, já vivemos tudo isso e sabemos transitar com mais facilidade. Mas alguns pontos merecem nossa atenção e discussão para tornar esta retomada mais suave: engajamento, planejamento, empatia e significado.

O ENGAJAMENTO dos alunos é um dos principais desafio da educação.

Nesta volta às aulas, online ou híbrida, é importante pensarmos em como engajar alunos para este novo ano escolar. Sete verbos instigam a pensar sobre o engajamento:

Conhecer * Interagir * Motivar * Reconhecer * Contextualizar * Desafiar * Feedback

Como você, professor, aluno ou pai/mãe, percebe estas ações na rotina de educação?

PLANEJAMENTO foi a bola da vez quando a pandemia começou. Muitos professores e escolas foram pegos de surpresa e o planejamento passou a ser o ponto mais crítico das rotinas online.

Planejar as aulas da semana, deixando os materiais organizados e preparados, auxilia muito no bom andamento das aulas. No presencial é muito mais fácil improvisar, adaptar ou redirecionar a “conversa” na sala de aula e as atividades.

Uma boa estratégia é deixar todo o material digital já postado aos alunos com antecedência. A maioria dos aplicativos permite deixar o material como “rascunho” e com divulgação pré definida conforme agenda. Assim, ao começar a semana, o professor tem todo o material já organizado e postado, sem risco de esquecer de postar algo!

Alunos novos, professores novos. Como conhecer e gerar EMPATIA?

Atividades de “quebra gelo”, muita conversa, troca de ideias e busca por conhecer um pouco mais os novos estudantes pode ajudar os professores a compreender quem está do outro lado da tela.

Conhecer profundamente os alunos e o perfil da turma é investimento, não perda de tempo.

Por fim, mas de nenhum modo para finalizar a discussão: diversão é diferente de (falta de) SIGNIFICADO. Educação pode ser divertida? Sim, claro! Deve ser divertida, lúdica, instigante. Mas diversão com uma atividade educacional não necessariamente leva à significação, que é muito mais forte como caminho para o engajamento.

Assim, buscar compreender o que traz alta carga de significado para seus alunos é uma estratégia certeira para gerar engajamento dos estudantes.

Conhecimentos em Design para estratégia e inovação em organizações.

Conhecimentos em Design para estratégia e inovação em organizações.